Com inovação e tecnologia, setores de logística, transporte e comércio exterior esperam superar a crise econômica do País

Durante a 21ª edição da Intermodal South America, realizada em São Paulo, empresas brasileiras mostram que estão resistindo aos prognósticos de recessão e que continuam investindo, fechando negócios com grupos nacionais e internacionais e acreditando no potencial do mercado.


Um mercado que usa da criatividade, inovação e tecnologia para superar as adversidades do ambiente econômico negativo. Este é o cenário desenhado pelas empresas dos setores de logística, transporte de cargas e comércio exterior que participaram da 21ª edição da Intermodal South America, maior encontro das Américas para o segmento que, neste ano, ainda contou com outro evento simultâneo dedicado ao setor de infraestrutura portuária e armazenagem, a InfraPortos South America.


Durante três dias, entre 7 e 9 de abril, as feiras reuniram, no Transamérica Expo Center, em São Paulo, mais de 680 marcas expositoras de 25 países e um público qualificado de executivos com alto de poder de decisão de fechamentos de contratos e compras. Antes do final do evento 60% das expositoras já haviam renovado os contratos para a Intermodal South America 2016.


"Esta 21ª edição da Intermodal fica marcada como a da retomada do crescimento. O que mais se viu durante os encontros de negócios e conferências é o poder de recuperação das empresas brasileiras, dispostas a ajudar o País a retomar o rumo do desenvolvimento", ressalta Joris Van Wijk, presidente da UBM Brazil, que organiza o evento.


A sustentabilidade também foi destaque na Intermodal South America. Pela primeira vez o evento terá um inventário de emissão de carbono. "Calculamos todas as frentes de consumo de energia, produção de resíduos e transportes da feira. Com isso, a UBM Brazil fará a compensação das emissões aplicando em projetos ambientais que geram créditos de carbono", explica o diretor da Via Green, Conrado Bertoluzzi, empresa que oferece soluções sustentáveis para o setor de logística e transporte.


Nos negócios, a Intermodal foi um sucesso. A empresa Hyster, por exemplo, concretizou durante a venda de um reach staker para a G5 Soluções Logísticas, que utilizará o equipamento para movimentação de carga no Porto de Itaqui, no Maranhão. "A assinatura do contrato no nosso estande marca a nossa participação na feira. Nossas perspectivas foram totalmente superadas", destaca o diretor da Hyster, Fernando Cruz.


A feira é palco, também, para anúncios de lançamentos para o mercado. A Cone Condomínios de Negócios é um caso. "Participamos da Intermodal há cinco anos, sempre ampliando o estande e utilizando a feira para lançarmos nossos projetos. O nosso retorno é sempre bom, pois aqui encontramos potenciais clientes. Foi aqui que lançamos o Cone Suape, depois o Cone Aratu e, nesta edição, estamos apresentando para o mercado o Cone Goiana, que fica no norte de Pernambuco", explica o diretor de Negócios, Fernando Perez.


Balanço positivo - Mais expositores corroboraram com o balanço positivo da feira. "A Intermodal mais um ano confirma-se como um momento importante para a Brado. Aqui encontramos clientes e prospects, mostramos nossas soluções em transporte ferroviário, concretizamos parcerias. Este ano apresentamos o novo projeto de atuação na ferrovia Norte-Sul, que simboliza nossa presença crescendo no mercado interno do país. Agora podemos levar cargas cada vez mais longe, através de parceiros, pela ferrovia", destaca o presidente da Brado Logística, Alan Fuchs.


Para Fábio Bermúdez, diretor de negócios da TITO Global Trade Services, a Intermodal é o ambiente ideal para networking e prospecção de novos negócios: "A feira novamente atendeu às expectativas da TITO. Recebemos em torno de 100 visitas por dia, a maioria de empresas interessadas em conhecer nossos serviços. No evento também conseguimos fidelizar e contatar possíveis clientes".


"Aproveitamos o evento para intensificar nossa relação com o mercado e estreitar contato com os clientes que estão ativos em nossa carteira. A Intermodal é o momento propício para atualização, intercâmbio e troca de informações. Aproveitamos para divulgar nossos novos serviços da cabotagem e o investimento realizado em Manaus, com a ATM Transporte Multimodal. A receptividade foi muito satisfatória", ressalta Jaime Batista, gerente de vendas da Aliança Navegação e Logística.


Luca Cyrillo, diretor comercial da Repom, considera extremamente positiva a participação da empresa na Intermodal: "Em 2015, confirmando nossas expectativas, a feira possibilitou o fortalecimento de nosso relacionamento com clientes, além de demonstrar um alto potencial para a geração de novos negócios", afirma.


Novos mercados - Outra perspectiva positiva que surge para as companhias brasileiras, como foi possível conferir na Intermodal South America, é a abertura e a ampliação de rotas comerciais. Um dos exemplos é o interesse da Union Pacific (UP), a gigante ferroviária norte-americana, em facilitar o acesso produtos nacionais por meio do Porto de Houston. O diretor geral internacional de Intermodalidade da UP, David C. Gazzetta, esteve pela primeira vez no Brasil pra conversar com empresários e participar do Seminário Político Econômico, um dos eventos paralelos da Intermodal.


Gazzetta apresentou aos empresários um perfil da Union Pacific. "Temos 51 mil quilômetros de malha ferroviária em 23 estados e 8 mil locomotivas na frota. Queremos expandir as exportações no corredor Estados Unidos-Brasil e estamos na Intermodal para abrir os caminhos e concretizar novas operações", afirma. "Há um crescimento na exportação de produtos brasileiros por Houston. Estamos na Intermodal para nos aproximar e fazer negócios com embarcadores brasileiros e facilitar o transporte intermodal, em especial para costa oeste norte-americana", frisa o representante no Brasil do Porto de Houston, John Cuttino.


Quem percorreu os pavilhões da feira, também com o objetivo de fazer novos negócios internacionais, foi o consultor da Transocean Services, Michael Behrendt. "Queremos ampliar a presença dos embarcadores brasileiros nos terminais J.Müller em Brake e Bremen, na Alemanha. Além disso, ampliar a troca de conhecimento entre alemães e brasileiros, principalmente na utilização do modal ferroviário, que é mais eficiente, barato e sustentável ambientalmente", diz.


Público qualificado A presença de um público qualificado, com alto poder de decisão e conhecimento técnico sobre os setores, é tradição do evento. "A Intermodal South America reúne os principais players do segmento em um ambiente de negócios muito forte. Eu venho todos os anos em busca de parceiros comerciais internacionais que vislumbram crescimento no País. Nosso mercado é dinâmico e precisamos sempre desse contato próximo", afirma o general manager da CF Logistic, Clayton Silva.


As analistas de Comércio Exterior da Bluestar Silicones Brasil, Lilian Faria e Raquel Nogueira, também participam da Intermodal para encontrar boas oportunidades de negócios. "As empresas do segmento estão todas reunidas no evento, o que possibilita uma avaliação direta de quem tem preços competitivos e qualidade no atendimento", diz Lilian.


A coordenadora de Logística da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Ana Lúcia de Chiara observa: "É a primeira vez que participo e fiquei impressionada com a troca de experiências que a feira proporciona. Você pode ter um panorama de como está a intermodalidade no Brasil neste momento e quais as são as perspectivas para o futuro".


Conferências A Intermodal South America e InfraPortos South America tiveram uma programação variada de conferências que discutiram o cenário econômico e os pilares de desenvolvimento de toda a cadeia produtiva, além dos desafios ambientais dos setores de logística, transporte de cargas e comércio exterior.


Sobre a Intermodal South America 2015 - www.intermodal.com.br


Com 21 anos de história, a Intermodal South America é o maior evento das Américas para os setores de logística, transporte de cargas e comércio exterior. O evento reúne, em três dias, os principais players do mercado nacional e internacional, impulsionando negócios e parcerias, servindo de plataforma para lançamentos, reforço de marca, joint-ventures, vendas e networking. Em sua última edição, reuniu mais de 600 empresas, representando 26 países e atraiu 48.436 visitantes. Em 2015, a Intermodal acontece entre os dias 7 e 9 de abril, das 13 às 21 horas, no Transamerica Expo Center, em São Paulo (SP).


Sobre a UBM Brazil - www.ubmbrazil.com.br


No Brasil desde 1994, sendo a primeira multinacional a entrar no mercado brasileiro de feiras, a UBM Brazil é uma das 50 subsidiárias da UBM Internacional. Com escritório na cidade de Barueri, em São Paulo, a UBM Brazil conta com a colaboração de mais de 60 funcionários e realiza atualmente mais de 12 feiras no Brasil.

Atendimento à Imprensa:


Vivian Giuzio
vivian@conteudoempresarial.com.br
13 – 9 9621-6622
SKYPE: conteudo.empresarial

Michele Carvalho
michele@conteudoempresarial.com.br
13 – 9 8112-9141
SKYPE: conteudo.empresarial3

Rua Visconde de Inhaúma, 134 - Grupo 1005 • Centro - Rio de Janeiro - RJ • Brasil - CEP: 20091-901
Tel: (21) 3232.5600 • Fax: (21) 3232.5619 • e-mail: abac@abac-br.org.br